Fundamentos de Amostragem e Reconciliação na Indústria Mineral

INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO


Objetivo

- Conhecer as práticas de reconciliação mineira (reconciliação reativa e reconciliação pró-ativa) e os motivos pelos quais a amostragem é tão importante para a confiabilidade nos resultados de reconciliação.<br> - Analisar os fatores da reconciliação ("mine call factor" e seus componentes) e as conseqüência de sua aplicação.<br> - Conhecer os erros de amostragem descritos por Pierre Gy em sua Teoria da Amostragem e saber como minimizá-los ou eliminá-los. <br> - Conhecer os príncípios básicos da geoestatística e sua importância para a estimativa de reservas e reconciliação.

Público Alvo

Engenheiros de Minas, Geólogos e Técnicos em Mineração ou Geologia.

Programa

1.  Amostragem
1.1  Conceito de Heterogeneidade
     1.1.1. Heterogeneidade Constitucional
     1.1.2. Heterogeneidade Distribucional
1.2  Conceito de Representatividade
     1.2.1. Precisão
1.2.2. Acurácia
1.3  Erros Aleatórios e Sistemáticos
1.4  A Teoria da Amostragem de Pierre Gy
1.5  Os Erros de Amostragem
     1.5.1. Erro Fundamental de Amostragem (FSE)
1.5.2. Erro de Segregação e Agrupamento (GSE)
1.5.3. Erro de Flutuação de Heterogeneidade (HFE)
1.5.4. Erro de Ponderação do Incremento (IWE)
1.5.5. Erro de Flutuação de Qualidade (QFE)
1.5.6. Erro de Materialização do Incremento (IME)
1.5.7. Erro Total de Amostragem (TSE)
1.5.8. Erro Analítico (AE)
1.5.9. Erro Global de Estimativa (OEE)
1.6.  Características dos Amostradores
     1.6.1. Exploração
1.6.2. Lavra
1.6.3. Beneficiamento
1.7.  Características dos Dispositivos de Divisão
1.8.  Amostragem de Metais Preciosos e Minérios de Baixo Teor
     1.8.1. O Efeito Pepita
1.8.2. O Variograma
1.9.  Caracterização da Heterogeneidade de Minérios
     1.9.1. Teste de Heterogeneidade
1.9.2. Segregation Free Analysis
1.10.  Otimização de Protocolos de Amostragem
    1.10.1. Cálculo do Erro Fundamental de Amostragem
    1.10.2. Cálculo da Massa Mínima de Amostras
1.11.  Garantia e Controle de Qualidade (QA-QC)
 

2.  Reconciliação
2.1.  Conceito de Reconciliação
2.2.  Fatores de Reconciliação
   2.2.1. Mine Call Factor
   2.2.2. Mine Model
   2.2.3. Mine Planning
   2.2.4. Mine Operation
   2.2.5. Plant Reconciliation
2.3.  Como e o Que Reconciliar
   2.3.1. Reconciliação de Teor
   2.3.2. Reconciliação de Conteúdo Metálico
   2.3.3. Reconciliação Mássica
   2.3.4. Reconciliação Geométrica
2.4.  Fontes de Erros
   2.4.1. Método de Amostragem
   2.4.2. Método de Seleção de Minério e Estéril
2.5.  Reconciliação Ilusória
2.6.  Reconciliação Reativa × Reconciliação Pró-Ativa
2.7.  Novo Modelo de Reconciliação Pró-Ativa
2.8.  Perspectivas Futuras

Carga Horária

24h
INSCRIÇÕES
Aguardar abertura de novas turmas
QUER SABER MAIS SOBRE O CURSO?
Entre em contato conosco.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR: